Apneia do Sono – Males da obesidade

Por: em 20 de agosto de 2012 - comente

Dando continuidade a nossa série sobre os “Males da Obesidade”, hoje falaremos sobre a Apneia do Sono.

A apneia, também conhecida como Apneia Obstrutiva do Sono, é caracterizada por paradas respiratórias involuntárias durante o sono, em razão do estreitamento, frouxidão ou bloqueio da faringe, dificultando a passagem do ar.

Portanto, ocorre quando há uma interrupção da respiração durante o sono, em um período maior que dez segundos. Na pessoa obesa, se torna mais comum, pois o excesso de gordura no pescoço pode provocar o estreitamento da faringe e seu consequente fechamento involuntário.

Não bastassem os perigos que esta doença traz consigo, há ainda as questões relativas aos constrangimentos a que os seus portadores se vêem submetidos. Por isso, é fundamental atentar-se aos sintomas, para detectá-la o mais cedo possível e buscar ajuda e tratamento, para que não se dependa apenas dos alertas de familiares e amigos, após presenciarem períodos de apneia durante o sono. São estes os principais sintomas:

* sonolência excessiva durante o dia;

* breves esquecimentos;

* fortes dores de cabeça com dificuldades para tratamento.

Diante de tudo isso, é importante saber que há algumas mudanças de hábitos que, uma vez observadas, podem aliviar a forma de manifestação da apneia. Por exemplo: não consumir álcool ou sedativos antes de dormir; evitar dormir virado para cima e, principalmente, uma reeducação alimentar e a prática de exercícios físicos para diminuir o peso e aumentar a qualidade de vida.   

Deixe uma resposta

Código