Câncer de Intestino

Por: em 17 de abril de 2012 - 3 comentários

 

Muito se ouve falar sobre o câncer de intestino, mas, a maioria das pessoas não tem o devido esclarecimento sobre o assunto. Antes de se tornar um tumor maligno o câncer começa sempre como um tumor benigno que não oferece tantos riscos. A medida que a doença vai evoluindo, o tumor pode acabar se tornando maligno. Mas antes que a doença avance e o tumor vire maligno é possível fazer a retirada da lesão. O tempo para que o tumor se torne maligno é longo, porém, é sempre bom estar em dia com os exames de saúde. Quanto antes o diagnostico sair maiores são as chances de cura do paciente.

O câncer de intestino trata-se do aparelho digestivo e está relacionado a idade. Quanto mais idade a pessoa tiver, mais são as chances dela desenvolver o câncer. Mas o que está acontecendo é que o câncer de intestino está atacando cada vez pessoas jovens. Não poderia ser diferente. Com a quantidade de fast foods, corantes e álcool que estão invadindo de maneira assustadora nosso cardápio o organismo fica mais propenso a desenvolver certos tipos de doença, entre ela o câncer de intestino.   

Mas voltando a questão idade, a partir dos 40 anos é importante fazer um exame chamado colonoscopia principalmente se na sua família houver casos desse tipo de doença.

O que é a colonoscopia e quando fazer?

      

Esse exame irá detectar precocemente o câncer e fazer a prevenção, já que o exame permite identificar o tumor benigno antes de se tornar maligno.

Caso o exame apresente um resultado negativo para o câncer, o intervalo mínimo entre um exame e outro deve ser de no máximo de três anos.

Antes dos 40 anos o exame de colonoscopia só se torna necessário caso haja sintomas como anemia, alteração no ritmo intestinal, perda de sangue, emagrecimento e dor abdominal.

Mulheres estão mais propensas a desenvolver a doença do que os homens. Mulheres tem o intestino mais preguiçoso e não se alimentam como deveriam. Os docinhos que são ricos em hidrato de carbono são os favoritos entre elas e a quantidade de água ingerida também é menor. Outro ponto importante é o fato de que as mulheres não usam qualquer toalete mesmo que a vontade seja muito grande, com isso, o mecanismo de reflexo de ir ao banheiro vai se perdendo com o tempo e o uso de laxantes se torna recorrente. A gravidez também deixa a mulher mais “exposta” ao câncer de intestino já que deixa o abdômen mais flácido. Isso significa que o reto e a vagina também ficam flácidos, comprometendo a função intestinal.

Dieta

A alimentação pode favorecer a saúde ou prejudicar, e muito. Se uma dieta for baseada em gordura animal, pouca ingestão

de fibras e muitos corantes sem dúvida é um fator que favorece o câncer de intestino. Os corantes defumados é um risco que deve ser considerado, pois liberam nitrosaminas no intestino que são substâncias cancerígenas.

É importante lembrar que as crianças nos dias de hoje estão comendo uma quantidade muito grande de corantes que estão presentes em doces, balas e pirulitos. Já na dieta rica em gorduras, a carne é predominante. Mas é importante que fique claro que não é a carne em si que faz mal, e sim a gordura presente nela, especialmente quando vira carne de churrasco. Pessoas carnívoras geralmente não são muito adeptas de verduras, cereais e frutas o que coloca a saúde ainda mais em risco. A substituição do óleo pelo azeite é uma boa saída para as frituras, porém elas devem ser evitadas uma vez que a gordura se decompõe quando aquecida.

Para quem não abre mão da gordura animal, seria interessante que essa pessoa passasse a ingerir mais cereais, pois são ricos em fibras que protegem o intestino. 

Deixe uma resposta

Código

3 Comentários em “Câncer de Intestino”

  1. Gostei de aprender um pouco sobre o canser do intestino.me ajude a fazer uma boa dieta, pois tive polipo com 7 anos e fui submetido a uma cirurgia no canal do reto e hoje so me alimento de saladas,arroz e peixe no almoco e gosto de comer bastante pao. Peco que me esclarecar se minha dieta precisar ser mudada.abraco

  2. joana darc diz:

    Tenho fortes dores do lado direito embaixo da costela ,sou muito ressecada ,tenho mudado minha refeição e tomo bastante agua ,mais as vezes n. resolve ,tenho muitos gazes minha barriga incha demais com qualquer coisa que como ja me sinto empaxada  e tbem não paro de arrotar , desde mocinha tenho uma dor aguda fortissima  no anus ,mais como tinha vergonha nunca falei pra ninguem , agora tive coragem contei p. um médico ele pediu  colonoscopia  e n. deu nada grave conclusão ;dentro dos limites do normal observando sob manobra de retrovisão no reto mamilos hemorroidários  internos , e a radiografia do abdomem  deu ; hérnias sazonais ,estou apavorada pois devido a minha idade e tbem ter feito muitas cirurgias inclusive plastica de abdomem  o médico disse que e´arriscada uma cirurgia  ,tenho 65 anos e vou ter que conviver com estas dores  e estes inchassos ,seria possivel mostrar por  foto o que eu tenho ?

    • JOANA – Bom dia. Amiga, aqui no blog há somente trocas de experiências. Não acredito que seja necessário passas alguma foto. No caso se alguém se identificar com o seu problema e trocar experiências, dai sim poderiam trocar materiais. Mas acredito que tenha que procurar outros médicos para que você compare as opiniões e busque uma solução para o seu caso. Que Deus te ilumine.