Cirurgia bariátrica auxilia na cura do diabetes

Por: em 10 de julho de 2012 - comente

 

Um estudo realizado pela Associação Americana de Diabetes mostrou que a cirurgia bariátrica pode auxiliar no combate ao diabetes tipo 2 (dois) em pessoas com obesidade leve. O trabalho, da Associação Americana, publicado na revista Diabetes Care, avaliou 66 pacientes no período de seis anos.

 

O Conselho Federal de Medicina considera a cirurgia bariátrica uma alternativa válida ao tratamento de pessoas com diabetes, aliada à obesidade grave ou mórbida.

Segundo a pesquisa, cerca de 88% dos participantes que fizeram a cirurgia tiveram remissão do diabetes. Depois de um período, que variou de 3 a 26 semanas, os pacientes deixaram de utilizar remédios orais e, desde a cirurgia, os sintomas não retornaram. Nos demais participantes, mais de 11% registraram melhora no controle de açúcar no sangue.

O diabetes tipo 2 (dois) é a forma mais comum da doença e afeta, geralmente, pessoas obesas com  mais de 40 anos de idade.

Ao contrário do diabetes tipo 1 (um), que costuma ter raízes hereditárias, o tipo 2 (dois) surge como consequência de maus hábitos alimentares e sedentarismo.

É importante destacar que nessas cirurgias, o volume do estômago geralmente é reduzido a míseros 5% do original. Por consequência, as refeições devem ser ingeridas em quantidades compatíveis com a nova condição, sob pena de mal-estar intenso. Embora a cirurgia bariátrica reduza a mortalidade por complicações do diabetes em até 92%, ainda há riscos de hipoglicemia, infecções, cálculos na vesícula e a necessidade de novas operações para corrigir hérnias e flacidez de pele. Por este motivo alguns especialistas estão relutantes para a indicação da cirurgia bariátrica.

Deixe uma resposta

Código