Como a Obesidade Grave afeta o nosso corpo

Por: em 10 de janeiro de 2013 - comente

Olá amigos,

estamos quase chegando ao fim da nossa série sobre os efeitos da obesidade no nosso corpo. Já vimos, na segunda-feira, acerca dos efeitos do sobrepeso e na terça-feira, falamos sobre a classe I da obesidade, a chamada, Obesidade Moderada. Depois de uma pausa na quarta-feira, para trazermos uma receita especial para operados do Bypass Intestinal, hoje vamos ao penúltimo capítulo desta nossa série, falando sobre Como a Obesidade Grave Afeta o nosso Corpo, ou como também é chamada, de classe II da Obesidade. Antes, porém, vale ressaltar que são consideradas pessoas obesas de Classe II, aquelas que tenham IMC entre 35 e 39.

Como a Obesidade Grave afeta o nosso corpo:

- 25% mais risco para o desenvolvimento de transtornos psíquicos, a exemplo de alterações de humor e de personalidade;

- 50% mais risco para o desenvolvimento da depressão;

- 2 x mais risco de ter hérnia de disco;

- 70% mais risco de ter apneia do sono;

- 5x mais risco de ter doenças cardiovasculares como o AVC e isso, também, por outras doenças correlacionadas, como diabetes, por exemplo;

- 5x mais risco de ter hipertensão;

- 8% mais risco de ter fibrilação atrial;

- 50% mais risco de acumular gordura no fígado;

- 3x mais risco de desenvolver diabetes do tipo 2;

- 2x mais risco de ter refluxo;

- 2x mais risco de ter câncer;

- 3x mais risco de ter cálculo renal;

Além de comprometer o aparelho reprodutor, podendo, assim, causar infertilidade e ainda, influenciar 12x mais na possibilidade de desenvolvimento de artrose.

Veja que o quadro, conforme diz a classificação desse estágio, acaba por fazer dos problemas já possíveis de existirem no estágio anterior, se tornarem ainda mais sério agora, o que exige mais cuidados, mais acompanhamento médico e mais urgente consciência sobre medidas de controle da obesidade para que se possa viver bem e até reverter o quadro.

Deixe uma resposta

Código