Emagrecedor OxyElite Pro é suspenso pela Anvisa

Por: em 13 de julho de 2012 - 1 comentário

Por não ter sua composição, risco e segurança comprovados, o emagrecedor Oxyelite Pro é proibido, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, de ser importado para todo o país, mesmo sendo pessoa física e para o próprio consumo. Composto por uma substância chamada dimetilamilamina (DMAA), um estimulante usado no auxílio ao emagrecimento, aumento do rendimento atlético e como droga de abuso. Substância essa causadora de dependência, insuficiência renal, falência do fígado e alterações cardíacas, levando até mesmo ao óbito.

No Brasil, a Anvisa permite que pessoas físicas importem suplementos alimentares desde que seja para consumo próprio. O que não é permitido é a revenda desses suplementos, entretanto, os alimentos apresentados em formatos farmacêuticos, só terão sua comercialização permitida após verificados efeitos adversos e segurança no uso.

Veja abaixo os infográficos comparativos entre os suplementos naturais e anabolizantes produzidos pelas nutricionistas Patrícia Bertolucci e Fabiana Honda, publicado pelo site g1.com/bemestar.

 

Deixe uma resposta

Código

1 Comentário em “Emagrecedor OxyElite Pro é suspenso pela Anvisa”

  1. SIMONE DIAS DA SILVA MONTEIRO diz:

    SABER VALORES