Paste your Google Webmaster Tools verification code here

Fatores Psicológicos Relacionados a Obesidade

Por: em 05 de agosto de 2011 - 9 comentários

Pessoas Obesas estão mais propicias a sofrer com problemas psicológicos. A culpa maior sem dúvida é da baixa estima, quando não estamos satisfeitos com nós mesmo temos a sensação de que todos ao nosso redor não nos aceita como somos. Isso gera vários problemas graves principalmente a Depressão. O nervosismo e a anciedade fazem com que a sensação de fome aumente e acabamos por comer tudo que vemos na frente na ânsia de preencher o vazio inexplicável que sentimos ou passar o tempo.

E claro a depressão não nos da outra escolha se não o isolamento, o sedentarismo nos domina, pois a vontade de sair de casa simplesmente desaparece existem pessoas que chegam a perder o emprego, reprovam em escolas e perdem o convivio com familiares e amigos isso porquê não acham vontade de se socializar.

Consequências da Depressão em Obesos

O resultado é muito claro, o indivíduo fica com o sistema imunológico muito baixo atraindo ainda mais doenças para si e na maioria dos casos ainda duplica seu peso.

Como me  prevenir da depressão e outros fatores psicológicos relacionados a Obesidade?

Se você já esta com sobrepeso, não espere ter os primeiros sintomas, mesmo que se auto avaliando uma pessoa saudável mentalmente procure o acompanhamento de um psicologo. Isso vai te ajudar tanto com sua saúde mental como a te ajudar a seguir dietas e/ou passar por processos cirúrgicos.

Acho que já estou passando por depressão.

Poucas pessoas reconhecem e admitem isso. Se você é uma das que esta em dúvida ou tem certeza de que esta sofrendo de depressão, procure IMEDIATAMENTE um profissional de saúde mental. Doenças como a Depressão também levam o indivíduo a morte e restringem totalmente a pessoa de ter uma vida normal.

Grupos de Apoio

assim como existem grupos de alcoólatras, dependentes químicos e idosos existem grupos de pessoas que sofrem com a Obesidade. esses grupos ajudam as pessoas a se aceitarem e se tratarem, mostram que a obesidade não tem que ser tratada porque você se sente fora dos padrões de beleza, mas sim que o tratamento é importante devido a obesidade acarretar muitos prejuízos para a sua saúde. Se você não encontrar um grupo assim na sua cidade que tal experimentar uma coisa nova: Funde um! Reúna amigos, parentes, espalhe na internet, faça uma cooperativa, você estará se ajudando e ajudando muitas pessoas e poderá provar o sabor  da satisfação em fazer algo realmente importante para a sociedade.

Deixe uma resposta

Código

9 Comentários em “Fatores Psicológicos Relacionados a Obesidade”

  1. Boa tarde, gostaria de saber os locais e datas das reuniões do Grupo de Apoio.

  2. Helder José Alencar diz:

    Tenho problema com a obesidade, já cheguei a emagrecer 22 kg porém voltei a ganhar os mesmos e com isso ainda um diabetes e hipertensão, estou com 112kg e 1,74m tenho medo da cirurgia, pois sou muito covarde no que se refere a médico kkk porém não estou vendo outra saida tenho 43 anos e os problemas vão se agravando. gostaria muito de poder me reeducar pois regime não funciona, remédio com o tempo piora então só a reeducação ou a cirurgia pode resolver. abraço a todos.

    • HELDER – E o que nos abala emocionalmente são as tentativas frustradas, somente quem passa por isso é que sabe o quanto é terrível essa sensação. Você tem razão em relação aos remédios, só atrapalham mesmo. A cirurgia vem resolver todos esses problemas, a obesidade, a hipertensão, diabetes, auto estima, enfim é muito benéfica e não precisa temer apenas o corte de 10 cm acima do umbigo menos de três horas no centro cirúrgico e nova vida. Coragem…

  3. catia valerio diz:

    ola tenho 46 peso 120kl e estou desesperada ja estou enquadrara no nivel de depresao pela obesidadem nao tenho vontade de sair de casa e todos ao meu redor me cobrao mas ja fis de tudo e nao consigo emagrecer, tenho desejode fazer a cirurgia do intestino se o sus cobrir pois nao tenho condicoes me ajudem por favor, moro em florianópolis sc….

    • CATIA – Querida sei perfeitamente o que está passando, eu operei com 130 quilos mas já tive até 140. É muito dificil essas questões, mas eu sempre digo que quem te ama te amara do jeito que você é. Olha o SUS ainda não cobre a cirurgia tenho esperança que um dia chegamos lá. Abraços amiga que Deus te ilumine.

    • catia valerio diz:

      obrigada Adriana pelo comentario pod me add para coversarmos cacadenise@hotmai.com bjs…….

    • nila do espirito santo diz:

      não tenho palavras a dizer pois já tentei de tudo mas não consegui emagrecer, gostaria de fazer a redução de estomago pra ver se eu emagreço, eu evito de tudo não janto evito massas e doces mas mesmo assim não emagreço só engordo cada vez mais , nem vou na balança pois tenho trauma de balança, POR FAVOR QUEM LÊ ESSAS FRASES E QUE PUDER ME AJUDAR POR FAVOR ME AJUDE NEM QUE FOR COM PALAVRAS DE CONFORTO , OBRIGADA
      nilamatos_linda@hotmail.com

      • NILA – Olá amiga. O que tenho a lhe dizer que compreendo perfeitamente a sua aflição e agonia porque já passei por elas e ainda te digo mais, às vezes nos sentimos sozinhos dentro da nossa própria casa, porque pessoas próxima a nós não nos entendem e ainda nos ferem quando insinuam que para emagrecer é só fechar a boca ou algo assim como se fossemos culpados pela doença, doença sim já está comprovado cientificamente que a obesidade é uma doença e a cirurgia bem ajudar a controlar esse problema, a nos dar uma ferramenta para conseguirmos viver mais tempo e com melhor qualidade de vida. Você não está sozinha nessa luta, o que precisa acontecer no geral é uma conscientização das pessoas e um apoio maior para quem porta esse mal e sofre em silêncio com a obesidade. Mas força e coragem, ação, seja agente da sua história, trace sua meta, pesquise, procure orientação médica para ver qual é a melhor atitude em relação a obesidade. Se você chegar a conclusão que deseja o by pass intestinal essa cirurgia que apenas desvia o intestino e te oferece maior possibilidade de emagrecer alimentando-se normalmente, nos procure que teremos o maior prazer em auxiliar. Seja qual for sua decisão pode contar com o nosso apoio. Abraços fique em paz…