Frituras na alimentação podem aumentar o risco de desenvolvimento de câncer e outras doenças

Por: em 23 de agosto de 2013 - comente

O consumo diário de frituras está associado a um risco de desenvolvimento de câncer, envelhecimento precoce e outras doenças que podem levar a morte. Isso por causa das alterações que os alimentos sofrem por passar por uma alta temperatura. Além disso, os alimentos fritos são prejudiciais à saúde, por causa do excesso de gordura. As substâncias tóxicas desenvolvidas na fritura são a acrilamina (encontrada em alimentos ricos em carboidratos), acroleína (potencialmente cancerígena), aldeído (composto químico encontrado no perfume).  Ressaltando que essas substâncias nocivas são reforçadas com a reutilização do óleo da fritura.

É orientado que o consumo de frituras seja feito de forma esporádica, sendo substituídas por opções mais saudáveis. Isso para prevenir doenças e garantir uma qualidade de vida. Com isso, as opções que podem substituir as frituras são os alimentos grelhados, assados, cozidos ou ensopados. Uma escolha saudável de alimentos que pode diminuir a incidência de cânceres, segunda maior causa de mortes no mundo.

Evitar frituras e colocar menos óleo na preparação dos alimentos previne doenças tais como obesidade e colesterol alto. Destacando que o consumo moderado das frituras não causam problemas de saúde. Pois tudo depende de um estilo de vida com rotinas saudáveis como dieta balanceada e práticas de atividades físicas. 

Deixe uma resposta

Código