Influências Ambientais e Sociais: fatores para o desenvolvimento da obesidade.

Por: em 26 de setembro de 2012 - comente

Não é de hoje que se sabe que os hábitos de vida do homem são, de forma significativa, influenciados pelo ambiente. Há até um termo, obesogênico, relativo à adoção de práticas e comportamentos alimentares inadequados e que atuam sobre o a propagação da obesidade entre a população mundial. Assim, é fato que os fatores ambientais e sociais são importantes elementos influenciadores do desenvolvimento da obesidade, sendo, portanto, necessário que se decline um olhar um pouco mais atento sobre a questão.

Ora, o homem é um ser social e esta sua condição de estabelecer relacionamentos sociais, é manifesta no seu estilo de vida que, por sua vez, recebe influência direta do contexto social no qual está inserido. Daí, o que obsevamos é que a forma como o homem se estabelece e se consolida, especialmente, nos grandes centros urbanos, transformou profundamente sua maneira de viver, desestruturando a forma sadia de alimentação e práticas de atividades físicas, não necessariamente com o objetivo de esportiva, levando a nossa sociedade a um perigoso ciclo de má alimentação, estresse e sedentarismo.

Assim, um olhar mais consciente sobre esses fatores nos permite definir a incursão de medidas de intervenções contextualizadas para a efetiva prática de programas combativos ao sobrepeso e obesidade. Papel este, dos governos e também, de cada indivíduo no seu contexto social, a fim de que se estimule a retomada de se buscar alimentos mais saudáveis no dia a dia, bem como, a adoção de novas atitudes comportamentais, em grupos ou individualmente, no sentido de se sair do lugar comum da inatividade para buscar ação e movimento pela saúde e vida melhor. Só assim, serão efetivos os tais programas governamentais, com a ação de cada um de nós?

Vamos mudar a atitudes? Nova alimentação. Novos hábitos e movimento?

Deixe uma resposta

Código