Obesidade, ainda há muito que fazer!

Por: em 10 de outubro de 2012 - comente

 

Nos últimos anos, segundo  pesquisas, o peso médio da família brasileira, aumentou algo em torno de 30 kg. Amanhã, 11 de outubro é o Dia Mundial de Combate à Obesidade, e o fato é que a temática “Obesidade, ainda há muito o que fazer”, é uma necessidade vital para ser discutida e explorada, no sentido de produzir uma radical mudança nesse quadro.

Em síntese, a família brasileira precisa emagrecer rapidamente, pois o problema da obesidade não diz respeito apenas à estética, muito além desta preocupação, estão as diversas doenças que se desenvolvem a partir da obesidade, gerando consequências de tamanho imensurável nos sistemas públicos de saúde e pior, produzindo males, às vezes irreversíveis e até mortes.

O que fazer, então, no sentido de mudar essa estatística?

  • A primeira coisa é considerar que não existe milagre, mas posturas comportamentais que precisam ser tomadas;
  • Em segundo lugar é necessário saber a obesidade, na enorme maioria das vezes, está relacionada com hábitos alimentares e atividades físicas, o que se pode traduzir na necessidade urgente de mudança de estilo vida.

Você deve ter percebido que nas duas condições elencadas, está implícita a condicional de atitude diretamente ligada às respostas que você dará às seguintes perguntas:

Se a sua resposta é: estou acima do peso ideal, sou sedentário e como de uma maneira não muito correta, digamos assim. Então, você é sério candidato a desenvolver a obesidade e os males dela oriundos.

Muito ainda há o que se fazer em relação à obesidade, mas suas ações diárias podem contribuir diretamente pela mudança desse quadro. Assim, por você, por seu bem estar e qualidade de vida, comece agora mesmo a tomar novas atitudes no sentido de se movimentar, quantificar objetivos de adequação do seu peso para buscá-lo e mudar a sua dieta alimentar.

Deixe uma resposta

Código