Obesidade e anticoncepcionais não combinam

Por: em 05 de fevereiro de 2013 - comente

Bem amigos, o assunto é polêmico e o Obesidade Controlada não podia ficar de fora. O tema de hoje é mais voltado para as mulheres, mas é bom que os homens também estejam informados sobre o assunto. Diane 35. Já ouviu falar? É um remédio contraceptivo muito comum entre as mulheres que não querem engravidar. No último dia 27, na França, quatro mortes por trombose venosa foram relacionadas ao comprimido. Mas o que isso tem a ver com a obesidade? Tudo! Vamos ver a seguir os cuidados que uma mulher acima do peso precisa tomar com anticoncepcionais para evitar doenças como a trombose. 

trombose é um coágulo dentro de uma veia ou artéria que impede o fluxo do sangue, e afeta homens e mulheres em todo o mundo. Pesquisadores afirmam, inclusive, que de 100 mil mulheres, pelo menos 50 delas já são predispostas a ter trombose em alguma época da vida, independente de tomar ou não o anticoncepcional. Mas alguns fatores, como a obesidade, complicam as estatísticas.Mulheres acima do peso não podem usar remédios contraceptivos justamente porque o risco de ter um AVC, trombose ou infarto é maior. O ideal é trocar a pílula por outros métodos que não contenham hormônio, como a camisinha.

Na França, o Diane 35 era usado para tratamento de acne, pois é registrado pela ANVISA para tratar casos de ovário policístico, e também, oleosidade na pele e queda de cabelo. Mas este não é um remédio para ovário policístico, e sim, uma pílula anticoncepcional. O governo da França, depois das quatro mortes, proibiu a venda do remédio no país. A questão é que se lermos a bula com cuidado, vamos ver que o uso de qualquer pílula pode causar trombose. O problema não é o Diane 35, e sim, a forma como foi usado.

Por isso o alerta. É vital que a mulher procure um ginecologista, e que ele decida o melhor remédio para você. Ter mais de 35 anos de idade, histórico da doença na família, obesidade, ser sedentária e fumante influenciam na escolha por um método contraceptivo. Pílulas não são recomendadas em nenhuma dessas situações. O melhor é parar de usar o remédio. Mas mulheres que não estão dentro de nenhum desses grupos, não precisam suspender o uso do Diane 35, ou de qualquer outro comprimido.

Não há problema em tomar a pílula, mas tome com uma indicação médica. A cada seis meses, faça uma consulta com o ginecologista. Ele vai ter o controle de como está seu peso, como estão seus exames e decidir a melhor forma de cuidar da sua saúde. Controlar a alimentação e fazer exercícios físicos também são excelentes para evitar varizes, que podem causar a trombose. Independente de tudo isso, é preciso estar atento. Se as varizes estiverem grandes, com a cor azulada e com saliência, podem indicar o risco de trombose. Nesse caso, suspenda imediatamente a pílula anticoncepcional e procure um especialista.

Deixe uma resposta

Código