Obesidade traz danos aos joelhos

Por: em 04 de fevereiro de 2013 - comente

Nós já sabemos que a obesidade traz muitos danos à nossa saúde, sejam eles físicos ou psicológicos, como hipertensão, diabetes e depressão. Mas alguns problemas podem ser irreversíveis, mesmo se o paciente fizer uma cirurgia bypass intestinal ou cirurgia de estômago e emagrecer. Com o excesso de peso, as articulações sofrem muito, principalmente dos joelhos, pois suportam todo o peso quando a pessoa fica em pé. A obesidade mórbida é, sem dúvida, a mais perigosa, e quanto mais cedo for tratada, melhor.

Artrite, artrose e outros danos aos joelhos podem ser aliviados com a perda de peso, mas podem também não ter tratamento e incomodar o paciente para o resto da vida. A osteoartrite, por exemplo, é comum entre pessoas acima do peso e é caracterizada pela degeneração da cartilagem articular. Com o passar do tempo as dores podem ficar cada vez piores, gerando problemas na movimentação e rigidez, que são muito difíceis de tratar. Perder peso, nesse caso, não é suficiente. Além disso, o paciente vai precisar se medicar adequadamente, procurar um fisioterapeuta para reabilitação e redução das deformidades, e fazer exercícios específicos com um especialista de educação física.

A chave para uma articulação de joelho saudável é a estabilidade da articulação. É muito comum vermos jogadores de futebol que, com um pequeno mau jeito, precisaram de cirurgias e fisioterapia. Muitos deles ficam meses sem jogar e outros até abandonam a profissão. Com a obesidade não é muito diferente. Fora esses problemas, em casos de cirurgia de emagrecimento e controle da obesidade, como a bypass intesttinal, o obeso vai ter uma incidência maior de complicações no pós-operatório, que também podem aparecer nas cirurgias feitas nos joelhos, para tratamento de artrite ou artrose. Inchaço das pernas, infecções bacterianas e complicações gastrointestinais e arritmias cardíacas após cirurgia no joelho são comuns em pacientes obesos.

Após a cirurgia bypass intestinal ou de redução de estômago, ainda é preciso muito cuidado. O estilo de vida vai mudar radicalmente e com o tempo, o paciente vai aprender a reeducar sua alimentação. Também é importante ir com calma na prática de exercícios físicos. Após uma cirurgia, o paciente precisa fortalecer sua musculatura antes de iniciar atividades físicas excessivas. A prática sem orientação pode resultar em sérias lesões.

Deixe uma resposta

Código