Os Primeiros Sinais da Obesidade

Por: em 24 de outubro de 2011 - comente

Todos sabem quando estão ficando Obesos: Quando ganham peso! Parece uma coisa óbvia, mas não é bem assim…

Muitas pessoas omitem os sintomas da obesidade, as vezes por achar que a qualquer momento podem emagrecer, ou muitas vezes, por realmente não perceber que os “quilinhos” que estão aumentando na balança, estão a levando para o caminho da obesidade.

Perceba a tempo se você esta a caminho da Obesidade:

Os primeiros sintomas são:

  • Alteração (aumento) nos números de roupas, principalmente das calças;
  • Acúmulo de gordura ao redor da cintura, e no pescoço;
  • IMC acima do normal (25);
  • Sinais de compulsão alimentar;
  • Insatisfação com a aparência e sinais de depressão.

Quando você identifica cedo que esta com um desses sintomas, fica mais fácil de não passar para a fase posterior que já esta bem próxima da obesidade. E te permite perder peso com mais facilidade, tendo em vista que que sua situação ainda não estará agravada.

Quando identificado um ou mais sintomas acima, o que deve ser feito?

Primeiro passo:

  • Aceitar que realmente esta rumo a obesidade;

Segundo passo:

  • Verificar os principais motivos que estão te fazendo ganhar peso (ansiedade, sedentarismo, gula, doença..)

Terceiro passo:

  • Tente sanar seu problema de acordo com o que esta o gerando:
  1. Ansiedade =

    Tente ocupar o tempo, fazer coisas que gosta e evitar ficar muito tempo com a cabeça vazia.

  2. Gula =

    Verifique se não é algum distúrbio alimentar, tente comer pequenas porções, beber água antes da refeições (o que faz causar sensação de saciedade). Compre mais frutas e verduras para casa do que biscoitos, massas, iogurtes, etc.

  3. Sedentarismo =

    Entre em uma academia, ou faça parte dos grupos de rua. O ideal para não desistir da malhação é ter companhia.

  4. Doença =

    Procure imediatamente um especialista, dependendo da doença, a obesidade pode se agravar ainda mais, se tentado resolver com dietas inapropriadas.

Avalie se é possível uma auto correção, caso tenha dificuldade ou resistência em se adaptar a uma nova rotina alimentar, procure um especialista.

 

Deixe uma resposta

Código