Por que o peso volta: Doenças e Consequências

Por: em 23 de janeiro de 2013 - comente

 

Dando continuidade a nossa série de matérias sobre “Por que o peso volta”, hoje vamos falar de doenças e consequências desse mal, também conhecido como efeito sanfona. Ontem vimos os motivos do vaivém dos quilinhos extras, e descobrimos que todo o nosso organismo está envolvido no processo de emagrecimento. E é por isso que hoje vamos ver que pode ser bastante perigoso ganhar e perder peso de forma desordenada.

A gordura pode fazer bem para o corpo, mas se consumida dentro do recomendado, é claro. O excesso pode causar hipertensão arterial e provocar doenças como diabetes, sem falar na própria obesidade. E não é só no aspecto corporal que estão as consequências do efeito sanfona. O estresse e a depressão também podem aparecer com o engorda-emagrece-engorda. Isso acaba desencorajando a pessoa a alcançar uma perda de peso efetiva, o que atrapalha o processo de emagrecimento, e leva ainda a outras doenças.

Outros problemas graves de saúde causados pelo efeito sanfona são o colesterol alto, anemia, resistência imunológica baixa, problemas na vesícula biliar, entre tantos outros, igualmente perigosos. Também é comum resultar em um maior depósito de gorduras na região abdominal. O excesso de gordura nessa região está envolvido com o maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares.

A gordura trans (ou gordura vegetal hidrogenada) é a mais temida e prejudicial à saúde. Ela aumenta o colesterol “ruim” para o corpo, e em longo prazo, podem surgir doenças como infarto e derrame cerebral. Ressaltamos aqui que, em casos mais graves, sem acompanhamento médico, apoio familiar e auto-estima, a pessoa com um ou mais desses problemas pode até chegar à morte.

Amanhã, no último dia da série “Por que o peso volta”, vamos aprender como evitar de uma vez por todas o efeito sanfona. Alimentação alinhada com um bom comportamento podem gerar excelentes resultados, de forma que o peso não volte para onde estava.

Deixe uma resposta

Código